Venda: (19) 99368-1824
Locação (19) 99368-1809

Blog

VOLTAR
14 de Novembro de 2018

Reflexões para o Mercado Imobiliário em 2019

Com o fim das eleições e o inicio de um novo governo em 2019, as perspectivas em relação a uma melhoria nas atividades econômicas do Brasil são grandes. Ao que tudo indica, nesses próximos anos a equipe do ministério da fazendo terá sua gestão baseada no liberalismo econômico. Podemos esperar que ações de redução de burocracias, diminuição de gastos públicos e aumento de arrecadações através de um aquecimento da produtividade das empresas, gerem uma significativa melhora no mercado interno Brasileiro.

Essas estratégias para o aquecimento econômico, vem juntamente com medidas fiscais e monetárias a favor de evitar o que ocorreu nos últimos anos. Ao seja, um aumento irresponsável de distribuição de credito, taxas de juros irreais, congelamento de preço entre outras medidas desastrosas que fizeram todo estrago que vemos refletir nos dias de hoje. 

       Assim não devemos esperar que logo nos primeiros meses, ao se observar uma melhora nos índices de mercado, haja liberação de créditos abundantes a taxa de juros baixíssimas para financiamentos imobiliários. Se o novo governo manter sua linha liberal na economia, o próprio mercado deverá dar condições ao longo do tempo (e estamos falando aqui de médio ou longo prazo devido ao tamanho da crise que estamos saindo), de permitir acesso a melhores condições e ofertas de credito para o mercado.

De um modo equilibrado, o mercado deverá regular, o que foi totalmente desregulado, a demanda com a oferta de novos empreendimentos imobiliários (hoje podemos observar muita oferta de imóveis para poucos compradores). Também poderá se observar de início um aumento de negócios efetivados de compra e venda e imóveis e até mesmo de locações devido a demanda adormecida resultante das incertezas geradas nos últimos anos e também para com o resultado das eleições.

Em resumo, não espere que o mesmo ciclo econômico e produtivo (preço dos imóveis, oferta de novos empreendimentos e etc.) aconteça no país quando houver a retomada dos resultados positivos na economia. Em tese, em uma gestão liberal econômica, o governo não irá interferir nas atividades de mercado para tentar acelerar resultados e criar expectativas irreais.  As observações de melhoras serão gradativas e equilibradas, a demanda por novos imóveis e novas locações virá quando os clientes tiverem confiança que sua renda está assegurada pelas atividades do mercado, e isso se dará com o aumento da produtividade resultado das ações desse próximo governo. Assim esperamos....